MENUMENU

LEFFEST, Lisbon & Sintra Film Festival 2017 – Vencedores

por Joao Torgal em 26 Novembro, 2017

Tesnota foi o grande vencedor da edição deste ano do LEFFEST. Seis anos depois de Twilight Portrait, o cinema russo, com foco na perversidade da justiça e das autoridades russas, volta a ganhar principal prémio do festival. A que se junta, neste caso, o prémio revelação, atribuído à actriz Olga Dragunova.

A medalha de prata do LEFFEST, o Prémio Especial do Júri João Bénard da Costa, foi para Cocote. O filme realizado por Nelson Arias é uma história de violência e de convicções religiosas e espirituais na República Dominicana.

O público, que podia votar nos filmes em competição e fora da competição, escolheu o Chama-me Pelo Teu Nome. Depois de trabalhar com Tilda Swinton e Ralph Fiennes, em Mergulho Profundo, o italiano Luca Guadagnino voltou a filmar os amores de Verão envolvendo turistas de férias no país Natal. E contou com a delicadeza folk da banda-sonora de Sufjan Stevens.

Finalmente, a melhor curta-metragem foi para A Man, My Son, de Florent Gouelou (La Femis, França). Numa categoria que distingue os trabalhos de alunos de escolas internacionais de cinema, houve ainda duas menções honrosas: para Les Yeux Fermés, de Leópold Legrand (Institut National Supérieur des Artes du Spectacule, Bélgica) e para Heimat, de Emi Buchwald (The Polish National Film, Television and Theater, Polónia).


sobre o autor

Joao Torgal

Partilha com os teus amigos