MENUMENU

IDLES com disco novo e mais duas datas em Portugal

por Ricardo Almeida em 5 Junho, 2018

Passou algum tempo desde que os descobrimos, e parece que agora até já tocam nos maiores festivais da Europa, mas os Idles — banda em relação à qual já nos desmanchámos em elogios — continuam a ser só aqueles tipos de Bristol “com rugas e dentes manchados de nicotina, demasiado feios para serem capas de revista”.

Foi, então, com enorme alegria que vimos o nome da banda estampado no cartaz da edição deste ano do NOS Primavera Sound (estreiam-se no nosso país já na próxima sexta-feira, dia 8 de Junho, pelas 17:45h no Palco NOS).

Contudo, eles, que gostam mesmo é de tocar em salas pequenas com o suor a escorrer pelas paredes, devem ter ouvido falar tão bem ou tão mal do nosso público que já trataram de marcar mais duas datas no nosso país. Ora, nos dias 26 e 27 de Novembro haverá segunda dose de Idles, no Hard Club, Porto, e no Lisboa ao Vivo, respectivamente. Podem comprar bilhetes e encontrar todas as informações importantes no site da banda.

E é aqui que as coisas ficam interessantes: ao que parece em Agosto, antes da segunda passagem dos Idles pelo nosso país, sairá o sucessor do álbum de estreia da banda, Brutalism, lançado em Março do ano passado.

O segundo longa-duração dos britânicos chama-se Joy as an Act of Resistance e tem data de lançamento marcada para dia 31 de Agosto pelos selos Partisan Records e Pias Ibero América. Naturalmente, não será um disco de paninhos quentes, e temas como a síndrome de tough guy, o nacionalismo e a justiça social estarão presentes, sempre debaixo da ironia em esteróides e da alegria contagiante de Joe Talbot e seus amigos.

This album is an attempt to be vulnerable to our audience and to encourage vulnerability; a brave naked smile in this shitty new world. We have stripped back the songs and lyrics to our bare flesh to allow each other to breathe, to celebrate our differences, and act as an ode to communities and the individuals that forge them. Because without our community, we’d be nothing.”

Joe Talbot, vocalista dos Idles

Já são conhecidas as faixas “Colossus” e “Danny Nedelko“, bem como a capa do disco e o nome e ordem das faixas. Podem ser feitas pré-reservas do disco e de todo o merchandising aqui.

Ao lado dos Sleaford Mods continuam a ser coisa mais relevante a sair do Reino Unido nos últimos anos e quem não os for ver é um ovo podre.


sobre o autor

Ricardo Almeida

Partilha com os teus amigos