Taxi Driver esgotou no Porto

por Isabel em 5 Outubro, 2016

«Assim vale a pena vir ao cinema!», comentava alguém à saída do Teatro Rivoli no Porto. Minutos antes tinha terminado a segunda sessão promovida pela Medeia Filmes, derradeira hipótese de rever o clássico Taxi Driver de Martin Scorsese, numa cópia restaurada que assinala o 40º aniversário do conto urbano-depressivo.

Robert DeNiro fez-nos viajar no tempo com o seu icónico personagem Travis Bickle, um anti-herói que perde o pé e se deixa engolir pela paranóia da solidão. A cidade de Nova Iorque de 1973 é povoada pela scum of the earth, com o crime e a luxúria a tomarem conta das ruas, especialmente durante a madrugada – quando Travis atravessa os diferentes bairros ao volante do seu carro. Lê a nossa crítica ao filme »»

Ambas as sessões no Teatro Rivoli esgotaram, deixando muitos à porta com o coração nas mãos: num tempo em que uma ida ao cinema não é tarefa fácil para os mais exigentes, todas as oportunidades de (re)ver grande cinema são poucas. E esta foi de aproveitar!


sobre o autor

Isabel

Escreve sobre Cinema e Séries por aqui. Fala de música em rum.pt/shows/monitor. (Ver mais artigos)

Partilha com os teus amigos