MENUMENU

Retrospetiva Roberto Rossellini na Filmin

por Arte-Factos em 6 Abril, 2018

Por ocasião da 11ª Festa do Cinema Italiano, e em colaboração com o projecto ICON – Independent Cinema Online da Europa Criativa, a plataforma Filmin acolhe uma retrospectiva do mestre do neo-realismo italiano, Roberto Rossellini.

Nascido numa família burguesa de Roma, o pai de Rossellini foi fundador do primeiro cinema romani (um teatro onde se podiam mostrar filmes), garantindo ao jovem Roberto um passe de livre acesso. Quando o pai morreu, Roberto Rossellini trabalhou como técnico de som e em várias áreas relacionadas com a produção cinematográfica. Em 1938 realizou a sua primeira curta-metragem, Preludie à l’aprés-midi d’un faune, depois da qual trabalhou como assistente de Goffredo Alessandrini e de Francesco De Santis. A sua primeira longa-metragem foi La Nave Bianca, de 1941, primeira também da chamada Trilogia Fascista, junto com Un pilota ritorna (1942) e Uomo dalla Croce (1943). A esta fase corresponde também a  amizade e colaboração com Federico Fellini e Aldo Fabrizi. Após o fim do regime fascista em 1945, e após unicamente dois meses da libertação de Roma, Rossellini já estava em preparações para Roma, cidade aberta, com Fellini a assistir no guião e Fabrizi no papel de sacerdote. Rossellini começou assim a sua trilogia neo-realista, cujo segundo filme foi Paisà (1946) e o terceiro, Germania ano zero (1947). Depois da trilogia neo-realista, Rossellini produziu L’Amore (O Amor), com Anna Magnani, e La macchina ammazzacattivi. Em 1948, recebe uma carta de Ingrid Bergman onde esta se propõe a trabalhar com ele: assim começa umas das histórias de amor mais conhecidas do mundo do cinema. Começaram a trabalhar juntos um ano mais tarde em Stromboli e em Europa ’51.  Em 1954, Viaggio in italia completa a chamada trilogia de Ingrid.

São dez os títulos – alguns dos quais inéditos em Portugal – que estão disponíveis para todos os subscritores da Filmin (sem custos adicionais), assim como para os não subscritores, via aluguer a 2,95€ por filme.

Os filmes da retrospectiva são os seguintes:

Roma, cidade aberta (1945)
Paisà (1946)
Germania ano zero (1947)
L’Amore
Stromboli (1950)
La macchina ammazzacattivi (1952)
La paura (1954)
Viaggio in italia (1954)
India: Matri Bhumi (1959)
La forza della Ragione (1971)


sobre o autor

Arte-Factos

A Arte-Factos é uma revista online fundada em Abril de 2010 por um grupo de jovens interessados em cultura. (Ver mais artigos)

Partilha com os teus amigos