MENUMENU

Prémios Sophia 2018 – Os Vencedores

por Arte-Factos em 26 Março, 2018

O filme São Jorge sagrou-se o grande vencedor da 6ª edição dos Prémios Sophia, entregues pela Academia Portuguesa de Cinema no dia 25 de Março, numa cerimónia decorrida no Casino Estoril. Sem surpresas (já que estava nomeado para catorze das vinte e duas categorias), o drama do ex-pugilista que se vê obrigado a sobreviver ao período da austeridade da Troika, deu a Marco Martins os Sophia de Melhor Filme, Melhor Realizador e Melhor Argumento Original. O filme conseguiu ainda os prémios de Melhor Actor Principal (Nuno Lopes), Melhor Actor Secundário (José Raposo), Melhor Direcção Artística (Wayne dos Santos) e Melhor Fotografia (Carlos Lopes).

Nas categorias destinadas às actrizes, Rita Blanco e Isabel Abreu arrebataram, respectivamente, os Sophia de Melhor Actriz Principal e Melhor Actriz Secundária com os filmes Fátima e Uma Vida à Espera. Os Prémios Carreira foram entregues ao realizador e crítico de cinema Lauro António, à caracterizadora Ana Lorena e ao realizador de cinema de animação Artur Correia (título póstumo).

Segue abaixo a lista completa dos vencedores:

Melhor Filme – São Jorge

Melhor Realizador – Marco Martins (São Jorge)

Melhor Actriz Principal – Rita Blanco (Fátima)

Melhor Actor Principal – Nuno Lopes (São Jorge)

Melhor Actriz Secundária – Isabel Abreu (Uma Vida à Espera)

Melhor Actor Secundário – José Raposo (São Jorge)

Melhor Argumento Original – Ricardo Adolfo e Marco Martins (São Jorge)

Melhor Argumento Adaptado – Pedro Pinho, Luisa Homem, Leonor Noivo, Tiago Hespanha, a partir da peça original The Nothing Factory de Judith Herzberg (A Fábrica de Nada)

Melhor Fotografia – Carlos Lopes (São Jorge)

Melhor Montagem – Cláudia Oliveira, Edgar Feldman, Luísa Homem (A Fábrica de Nada)

Melhor Direcção Artística – Wayne dos Santos (São Jorge)

Melhor Guarda-Roupa – Sílvia Grabowski (Peregrinação)

Melhor Maquilhagem e Cabelos – Rita Castro, Felipe Muiron (Peregrinação)

Melhores Efeitos Especiais/Caracterização – Nuno Esteves “Blue” (Peregrinação)

Melhor Curta-Metragem de Ficção – Coelho Mau, de Carlos Conceição

Melhor Curta-Metragem de Animação – A Gruta De Darwin, de Joana Toste

Melhor Documentário em Curta-Metragem – O Homem Eterno, de Luís Costa

Melhor Documentário em Longa-Metragem – Nos Interstícios da Realidade ou o Cinema de António de Macedo, de João Monteiro

Melhor Som – Pedro Melo, Elsa Ferreira e Branko Neskov (Al Berto)

Melhor Banda Sonora Original – Rita Redshoes & The Legendary Tigerman (Ornamento e Crime)

Melhor Canção Original – Fim, composição e interpretação Lúcia Moniz (Uma Vida à Espera)

Prémio Sophia Estudante – Snooze, de Dinis Leal Machado (ESMAD)

Melhor Série/Telefilme – Madre Paula

 


sobre o autor

Arte-Factos

A Arte-Factos é uma revista online fundada em Abril de 2010 por um grupo de jovens interessados em cultura. (Ver mais artigos)

Partilha com os teus amigos