MENUMENU

Filmes premiados no Curtas Vila do Conde 2017 na Cinemateca

por Edite Queiroz em 20 Julho, 2017

A Cinemateca promove duas sessões que destacam títulos premiados na recente edição do Curtas Vila do Conde. As exibições realizam-se a 24 e 25 de Julho, às 21h30, com o alinhamento que reúne, na primeira, filmes de Salomé Lamas, Gabriel Abrantes, João Pedro Rodrigues e Marta Mateus e, na segunda, filmes de Niki Kindroth Von Bahr, Laura Ferrés, Jonathas de Andrade e Yann Gonzalez.

A primeira sessão junta alguns destaques e filmes portugueses premiados. Coup de Grâce, novo trabalho de Salomé Lamas, teve a sua estreia nacional no Curtas depois de passar pelo Festival de Berlim (um dos primeiros trabalhos da realizadora no campo da ficção). Gabriel Abrantes, com Os Humores Artificiais (“uma fantasia romântico-tecnológica”), venceu o prémio de Melhor Realizador, enquanto que Où En Êtes-Vous, João Pedro Rodrigues, trabalho realizado para uma retrospectiva do realizador no Centro Pompidou, venceu a Competição Nacional. Por fim, Farpões, Baldios, de Marta Mateus, venceu a Competição Internacional do festival com um filme, realizado no Alentejo, que junta linhagens realistas e desejos de fábula nas heranças que retira do cinema português.

A segunda sessão junta os outros filmes premiados da sua competição internacional (o prémio principal viria a ser atribuído a Marta Mateus, presente na sessão de dia 24). My Burden, de Niki Lindroth Von Bahr, foi a Melhor Animação (um musical stop-motion); Los Desheredados, de Laura Ferrés, recebeu o prémio de Melhor Curta-Metragem Europeia (o retrato do pai da realizadora a enfrentar o fim do seu negócio de família – e que passou, este ano, no Festival de Cannes); O Peixe, de Jonathas de Andrade (documentário sobre pescadores brasileiros) arrancou a atribuição de Melhor Documentário; e Les Îles, de Yann Gonzalez, um autor regular no festival de Vila do Conde, viria a receber o prémio de Melhor Ficção.


sobre o autor

Edite Queiroz

Partilha com os teus amigos