MENUMENU

Ciclo de Cinema Abstracto na Gulbenkian

por Edite Queiroz em 26 Setembro, 2016 © Chakra por Jordan Belson. © Center for Visual Music

Promovido pela Fundação Calouste Gulbenkian com curadoria de Margarida Mendes, este ciclo, que se estende até ao próximo dia 16 de Outubro, apresenta o trabalho de artistas e realizadores que instigaram o desenvolvimento experimental da imagem em movimento durante o século XX, com um foco particular em trabalhos que desafiam o potencial rítmico e visual da luz. O programa inclui um vasto grupo de filmes que se estendem dos anos 20 à década de 70, mapeando a era de ouro do cinema experimental feito por artistas, sublinhando assim o potencial libertador das narrativas abstractas e do experimentalismo tecnológico como cruciais para a construção de novas sensibilidades e subjectividades.

Serão exibidas obras de Mary Ellen Bute, Harry Smith, Jordan Belson, António Palolo, Tony Conrad, Stan van der Beek, Steina e Woody Vasulka, Henry Michaux, Eric Duvivier, Whitney Brothers, Walter Ruttmann, Viking Eggeling e Hans Richter.

O programa completo pode ser consultado na página da Fundação Calouste Gulbenkian.


sobre o autor

Edite Queiroz

Partilha com os teus amigos