Partilha com os teus amigos
Trainspotting
Título Português: Trainspotting | Ano: 1996 | Duração: 94m | Género: Drama
País: Reino Unido | Realizador: Danny Boyle | Elenco: Ewan McGregor, Ewen Bremner, Jonny Lee Miller, Kevin McKidd, Tommy Robert Carlyle , Kelly Macdonald

Renton, Spud, Sick Boy, Tommy, Begbie, Diane: há vinte anos estas personagens revolucionaram por completo o mundo do cinema. Num acto absolutamente revolucionário, Danny Boyle, inspirado no livro de Irvine Welsh, passa para a tela todos os abusos que marcaram os anos 90 na cidade de Edimburgo – drogas, álcool, violência…

A introdução icónica de Mark Renton (Ewan McGregor) enquanto corre por Princess Street com o amigo Spud (Ewen Bremner)  perseguidos pela polícia, ficou como um marco do cinema, senão mesmo das várias gerações que elegeram Trainspotting como um dos filmes do século, pelo sarcasmo e crítica contundente ao estilo de vida capitalista emergente numa geração de yuppies que obedecem aos cânones sociais e morais, em oposição a quem decide quebrar as regras e viver à margem:

Choose Life. Choose a job. Choose a career. Choose a family. Choose a fucking big television, choose washing machines, cars, compact disc players and electrical tin openers. Choose good health, low cholesterol, and dental insurance. Choose fixed interest mortgage repayments. Choose a starter home. Choose your friends. Choose leisurewear and matching luggage. Choose a three-piece suit on hire purchase in a range of fucking fabrics. Choose DIY and wondering who the fuck you are on Sunday morning. Choose sitting on that couch watching mind-numbing, spirit-crushing game shows, stuffing fucking junk food into your mouth. Choose rotting away at the end of it all, pissing your last in a miserable home, nothing more than an embarrassment to the selfish, fucked up brats you spawned to replace yourselves. Choose your future. Choose life… But why would I want to do a thing like that? I chose not to choose life. I chose somethin’ else. And the reasons? There are no reasons. Who needs reasons when you’ve got heroin?

Parte do grupo, o vigarista Sick Boy (Jonny Lee Miller), o atleta Tommy (Kevin McKidd) e o sociopata Frank Begbie (Robert Carlyle), numa história que conta a tentativa de Renton de deixar a heroína a «frio», sem qualquer apoio profissional, num hotel rasca e com uma grande diarreia. A ressaca, as alucinações, os calafrios, o delirium tremens e um realismo tal que definiu Trainspotting como um dos filmes maiores da história do cinema.

O envolvimento de Renton com Diane (Kelly Macdonald), uma estudante de 15 anos, o abandono de Tommy pela sua namorada Lizzy (Pauline Lynch), acaba por espoletar o consumo de heroína, novamente, agora também com Tommy.

E depois de quase-mortes, desacatos, Renton  tenta novamente vencer o vício, a frio: sintomas de abstinência severas, Diane a cantar, o bébé morto de Allison a rastejar no tecto, alucinações intercaladas com cenas imaginadas de um concurso televisivo com Dale Winton fazendo questões ao seu pai sobre o HIV.

E no fim, depois de prisões, roubos, bares partidos, tráfico de heroína e a vida vivida a velocidades alucinantes, Renton escolhe a vida dos carros, seguro dentário, casa, hipoteca, fato, colesterol baixo, enfim.

O que torna o filme tão grandioso, o filme que lançou Ewan McGregor, Jonny Lee Miller e Ewen Bremner, além do seu argumento, cujos créditos vão totalmente para Irvine Welsh, é a realização de Danny Boyle: planos aproximados, narração contínua, imagens grotescas e escatológicas sem qualquer filtro e o realismo surpreendente da ressaca a frio do vício da heroína.

A par de tudo isto, a banda sonora épica:

Lust for Life (Iggy Pop, David Bowie) Iggy Pop
Deep Blue Day (Brian Eno, Daniel Lanois, Roger Eno) Brian Eno
Trainspotting (Bobby Gillespie, Andrew Innes, Robert Young, Martin Duffy) Primal Scream
Atomic Sleeper
Temptation (1987 version) New Order
Nightclubbing Iggy Pop
Sing Blur
Perfect Day Lou Reed
Mile End Pulp
For What You Dream Of (Full-on Renaissance Mix) Bedrock (feat. KYO)
2:1 Elastica
A Final Hit Leftfield
Born Slippy .NUXX Underworld
Closet Romantic Damon Albarn

Sem moralizações, com a sublimação da angústia e da violência, Trainspotting, 20 anos depois, continua a ser um dos melhores filmes já feitos, a ver e rever sem cansar.


sobre o autor

Arte-Factos

A Arte-Factos é uma revista online fundada em Abril de 2010 por um grupo de jovens interessados em cultura.

(Ver mais artigos)

Partilha com os teus amigos