MENUMENU
Partilha com os teus amigos
Now You See Me 2
Título Português: Mestres da Ilusão 2 | Ano: 2016 | Duração: 129m | Género: Acção, Comédia
País: Estados Unidos da América, China, Canadá, Reino Unido | Realizador: Jon M. Chu | Elenco: Jesse Eisenberg, Mark Ruffalo, Woody Harrelson

Now You See Me foi um dos filmes surpreendentemente populares de 2013, juntando uma série de bons actores num argumento onde a magia assumia o papel central. Dificilmente seria o objectivo inicial, mas a verdade é que o sucesso do filme tornou quase inevitável o surgimento de uma sequela, que nos chega agora aos cinemas. Coube a Jon M. Chu a tarefa de tentar replicar o sucesso do primeiro filme, mas cedo percebemos que falta um aspecto essencial para que isso pudesse acontecer: qualidade.

nowyouseeme2

Os Four Horsemen, grupo de mágicos central da saga, voltam a aparecer publicamente depois dos eventos do primeiro filme e o que salta primeiro à vista é que uma das personagens foi alterada, sendo que o elemento feminino do grupo agora é Lula (Lizzy Caplan) em vez de Henley (Isla Fisher). O contexto dado para esta nova personagem é apressado e insatisfatório, rivalizando apenas em falta de qualidade com a tentativa de Daniel Radcliffe de encarnar o vilão Walter Mabry nesta nova história. Para completar a lista de maus desempenhos e péssimas escolhas de argumento, encontramos em Now You See Me 2 aquela que provavelmente é a representação mais embaraçosa na vida de Woody Harrelson, que nos leva a questionar os objectivos do realizador Jon M. Chu para este filme.

Existem, ainda assim, aspectos positivos nesta sequela, principalmente aqueles que transitaram do primeiro filme. As cenas de acção que envolvem magia continuam a ser satisfatórias e, na sua maioria, bem conseguidas e interessantes. Este continua a ser o ponto alto desta saga e, especificamente por isto, é difícil de compreender o porquê de serem tão escassas as cenas que se aproveitam do que tornou o primeiro filme popular. Grande parte de Now You See Me 2 corresponde a um argumento aborrecido, diálogos que tentam ser muito mais inteligentes do que realmente são e a tentativas de surpreender que falham em todos os momentos. Não seria uma abundância de efeitos especiais e de acção que iria tornar esta sequela num bom filme, mas certamente ajudaria a torná-lo, pelo menos, agradável.

now-you-see-me

Torna-se inexplicável o porquê de um filme com tantos recursos, especialmente a nível de bons actores, falha de tantas formas diferentes. Nunca consegue ser um filme inteligente, cómico ou sério, ainda que tente ser um pouco de tudo isto. O insucesso, a nível de qualidade, tem necessariamente de cair nas mãos de realizador e argumentistas, que nunca souberam lidar com o que tinham à disposição e com o sucesso do primeiro filme. Esta vem numa série de sequelas que não eram necessárias, naquilo que cada vez mais é norma em qualquer filme que tenha o mínimo sucesso. O melhor que Now You See Me 2 poderia fazer era, pelo menos, fechar a história de modo a que não fosse possível imaginar um terceiro capítulo na saga, mas a qualidade é cada vez menos um factor a ter em conta nestes negócios.


sobre o autor

Sandro Cantante

Partilha com os teus amigos