Partilha com os teus amigos
Me Before You
Título Português: Viver Depois de Ti | Ano: 2016 | Duração: 110m | Género: Drama, Romance
País: Estados Unidos, Reino Unido | Realizador: Thea Sharrock | Elenco: Emilia Clarke, Sam Claflin, Janet McTeer

Me Before You é o primeiro filme para cinema dirigido por Thea Sharrock. Após alguns trabalhos para televisão, a realizadora tem aqui a sua estreia com esta história baseada no livro homónimo de Jojo Meyers lancado em 2012.  Após o sucesso do volume literário, Jojo Meyers criou o argumento e tem também com este filme a sua primeira incursão cinematográfica. Temos, portanto, duas estreantes em cinema nos papéis de realizadora e de argumentista.

Este filme traz-nos a história de Lou Clark and Will Traynor. Clark, de 26 anos, tem um trabalho numa loja local, vive com os pais, ajuda a sustentar a família e tem um namorado-atleta de longa data. O filme abre com a perda de emprego de Clark que vai desencadear os acontecimentos. Após uma busca inglória de opções, é oferecida a Clark uma vaga de trabalho como assistente social de Will Traynor por uma mãe desesperada. Will é um jovem duma família rica que ficou paralisado após um acidente de moto dois anos antes e que perdeu a vontade de viver. De alguma forma, a mãe de Will acredita que Clark poderá trazer alguma alegria e joie de vivre ao seu filho. A relação entre Will e Clark não começa de forma fácil, devido à amargura e tristeza de Will, que se tornou uma pessoa difícil. Daqui constrói-se todo um rodopio de emoções a partir da relação entre ambos os protagonistas, incluindo os contrastes entre o tipo de pessoa que cada um é e a paixão pela vontade de viver.

me-before-you-1

A história tem a sua complexidade e diz quem leu o livro que se trata de um melodrama familiar, muito bem desenvolvido que nos faz pensar sobre relações interpessoais e sentimentos viscerais. Infelizmente falta alguma coisa ao filme. As ideias estão lá, mas parece que o filme não tem fôlego e as cenas desenrolam-se numa sequência algo entediante. As piadas são forçadas e os protagonistas não têm arcaboiço para trazer inspiração.

Nos principais papéis temos Emilia Clarke, que participou em Terminator Genisys, mas mais conhecida de todos pela sua interpretação de Daenerys Targaryen na série Game of Thrones, e Sam Claflin, que vimos em papéis secundários em filmes como Snow White And The Huntsman, The Hunger Games ou Pirate of The Caribbean. Ambos são actores medianos que tanto poderão desenvolver-se até à genialidade, como poderão cair na categoria médio-baixo. Não nos apaixonam particularmente e um filme como este, como aliás todos os filmes – já dizia Shakespeare: “Os actores são feitos da mesma matéria de que são feitos os sonhos” -, vive muito da chama que os actores conseguem transportar. Para além da falta de labaredas de cada um, há também uma notória falta de química entre os protagonistas: somehow nada daquilo encaixa e parece-nos tudo muito inverosímil. Culpa, provavelmente, dum argumento insípido e duma realização algo aborrecida.

me-before-you-2

Não me parece que o filme valha a ida ao cinema e, nem mesmo, o tempo do domingo de tarde. Uma premissa que teria tudo para ser um interessante exercício de introspecção e de sorriso alternado com lágrima não permite que o espectador desfrute de cada cena, ou por falta de espaço para tal ou por falta de plausibilidade que nem o argumento, nem a realização, nem os protagonistas nos conseguem trazer.

Quem for apreciador do género melodrama poderá apreciar este exercício de comédia-dramática, mas apenas por falta de melhores opções. Infelizmente, as salas de cinema de hoje não estão recheadas de filmes fulminantes que nos relembram porquê que o cinema tem a capacidade de deixar cada espectador com um largo sorriso.


sobre o autor

Natália Costa

“Sometimes nothing can be a real cool hand.”

(Ver mais artigos)

Partilha com os teus amigos