Play-Doc 2017 em Tui

por Isabel Leirós em 27 Março, 2017

Decorreu entre 22 e 26 de Março a 13.ª edição do Play-Doc, o festival internacional de cinema documental de Tui, cidade espanhola que divide o rio Minho com Valença, bem no norte de Portugal.

Com uma proposta alternativa e independente, o Play-Doc apresenta um cartaz que revela o mundo através de novos olhares, em permanente ambiente de festa. Para além dos concertos programados de Joan As Police Woman, dos nova-iorquinos Star Rover e dos portugueses The Dirty Coal Train; contou sempre com o bar de cinema mais animado e o dj de serviço mais encantador de sempre.

O filme Ama-San de Cláudia Varejão (em imagem) estreou em Espanha inserido no Play-Doc 2017, tendo sido seleccionado grande vencedor da edição. Destaque ainda para On The Bowery, filme restaurado de 1956 dirigido por Lionel Rigosin, apresentado em Tui pelo filho Michael Rigosin – nome conhecido do público português pelas suas passagens pelo Porto/Post/Doc para apresentar Come back, Africa e Good Times, Wonderful Times, igualmente de Lionel.

Particular destaque para o webdoc, com a projecção de filmes experimentais que reúnem uma colagem de vídeos publicados no YouTube, com forte cariz político e survivalista. Destaque para “Hoax_Canular” do cineasta Dominic Gagnon, que com mais de 70 horas de vídeos partilhados no website desenhou um retrato das vivências de um grupo de adolescentes perante o possível fim do mundo em 2012; e ainda para “Rip in Pieces America” que com a mesma abordagem analisa o desespero de adultos face a um colapso da economia norte-americana. De resto, lê-se sobre o realizador no site do festival:

Coma se fose un antropólogo da web, Gagnon interésase polos vídeos anónimos que a xente colga en YouTube, a modo de desesperadas mensaxes nunha botella lanzadas ao ciberespazo. Ao trasladalas da pantalla dun computador á dunha sala de cine, o director crea unha especie de comunidade, na que estas voces solitarias dialogan entre si e adquiren un novo significado. O resultado é unha abafadora análise da sociedade contemporánea, chea de elementos tragicómicos, entre a solidariedade e a provocación.

Gagnon estreou ainda uma selecção de filmes para a secção Cinéma Direct, um conjunto de filmes que caracterizam o Canadá da década de 1960, feitos de forma Rouli Roullant de 1966, disponível na íntegra aqui.

O Play-Doc terminou com uma nota muito positiva, um festival a descobrir bem aqui ao lado.

 


sobre o autor

Isabel Leirós

"Oh, there is thunder in our hearts" - Fernando Pessoa (Ver mais artigos)

Partilha com os teus amigos