MENUMENU

Cinema português em força no IndieMusic 2018

por Edite Queiroz em 6 Fevereiro, 2018

A história da música e do cinema também se conta em português no IndieLisboa 2018.

Duas das grandes surpresas da secção IndieMusic reservadas para 2018 podem desde já ser desvendadas. A primeira é Hip to da Hop, de António Freitas e Fábio Silva, um documento filmado de norte a sul de Portugal com o intuito de compreender uma cultura que se afirmou através da música, da pintura e da dança no mundo inteiro. Ouviremos as histórias de Mundo Segundo, Ace, Odeith, Bambino, Nomen, Chullage, Orelha Negra, DJ X-Acto, YouthOne, NBC, Exas, Slow J, DJ Ride, Stereossauro, Bdjoy, TNT, Sanryse, Robinho, Sensei D e SãoOneArt, entre outras.

O passado e o presente da música portuguesa estão também no centro de Não Consegues Criar o Mundo Duas Vezes, de Catarina David e Francisco Noronha. No filme, revisita-se a memória do rap do Porto: uma viagem no tempo pela cidade, os seus lugares e as suas gentes, desde o final dos anos 80 e 90 até hoje. O documentário tem as vozes de Dealema (Maze, Mundo, Expeão, Fuse e Guze), Mind da Gap (Ace, Presto e Serial), L.C.R. (Nocas e Berna), Triângulo Dourado, Conjunto Corona (dB e Logos), Capicua, M7, Virtus, Deau e Minus, entre outros.

As duas sessões terão o seu espelho no IndiebyNight, programação de concertos e festas do festival, em diálogo directo com os filmes apresentados, em noites certamente inesquecíveis. Mas essas surpresas ficarão para mais tarde, como a programação completa da secção IndieMusic a ser revelada a 26 de Fevereiro.


sobre o autor

Edite Queiroz

Partilha com os teus amigos