Névoa

Re Un
2016 | Avantgarde Music | Black Metal

Partilha com os teus amigos

Editado em Junho pela italiana Avantgarde Music, “Re Un” vai ser apresentado ao vivo no próximo mês de Agosto no Amplifest. Desta vez a viagem dos portuenses Névoa faz-se em quatro baixas, explicadas aqui faixa a faixa pelo duo.

#1 I Communion

O “Re Un” funciona como um só, uma vez que o seu conceito está ligado à repetição de um ciclo. Os nomes das músicas representam as suas diferentes partes, foi também por isso que decidimos incluir a numeração nos títulos de cada uma. É importante que as pessoas ouçam o álbum por esta ordem. A Communion fala de transformação, da passagem do material para o imaterial, do momento em que o espírito abandona a sua forma física e observa. Foi a primeira música que compusemos para este disco e ajudou a definir muitos dos elementos que incluímos no resto do álbum.

#2 II Contemplation

O “Lobo das Estepes” de Herman Hesse teve uma enorme importância na definição do conceito do “Re Un” e desta música em particular. De alguma forma o tema central do livro também está presente no disco, uma certa ambiguidade em relação a tudo. Por um lado, o afastamento em relação ao que nos rodeia e por outro a incapacidade de fazer alguma coisa para o mudar. É a maior música deste disco e de alguma forma representa tudo aquilo que tentamos fazer com Névoa.

#3 III Conflict

A Conflict é a música mais directa deste álbum. Olha para essa tal dualidade como algo que não é possível controlar, lamenta uma ligação que já não existe. Funcionou como “single”, apesar de nós não gostarmos propriamente desse termo num género musical como o nosso.

#4 IV Closure

A Closure é uma música muito especial para nós. É diferente de tudo o resto que fizemos até hoje em Névoa, mais lenta e introspectiva. Fecha o ciclo e termina da mesma forma como começa a Communion. O título do álbum surgiu pouco depois da letra desta música estar acabada. “Re Un” significa Rest Undone e simboliza tudo o que tentamos transmitir aqui, uma certa apatia perante aquilo o que nos rodeia. É também uma alusão à palavra “Reunion”, o contrário do que acontece na primeira música, a junção do espírito com a sua forma física.


sobre o autor

Arte-Factos

A Arte-Factos é uma revista online fundada em Abril de 2010 por um grupo de jovens interessados em cultura.

(Ver mais artigos)

Partilha com os teus amigos