Nomeações para os Óscares de 2019: as previsões

por Bruno Ricardo em 21 Janeiro, 2019 © www.oscars.com

Desde que, em 2010, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood decidiu alargar o número de nomeados na categoria de Melhor Filme para 10, adivinhar os Óscares tem-se tornado num exercício muito curioso e bizarro. Cada ano tem as suas esquisitices, principalmente porque este alargamento implica o chamado sistema preferencial de escolha. Tal significa que cada votante ordena os seus dez filmes numa ordem de preferência, dos números 1 a 10. Aqueles que aparecerem mais vezes em número 1 são escolhidos, o que significa que ainda que um filme apareça nas listas de todos os votantes, mas em posições abaixo de cinco, dificilmente chega aos nomeados finais.

Quem – como eu – gosta de jogar às adivinhações com os Óscares tem sempre isto em conta: interessa a um filme ser amado, não apenas gostado. É por isso que temos tido algumas surpresas nos últimos anos com obras que ainda que não universalmente admiradas, têm um nicho particularmente resistente de fãs na Academia.

Este factor é ainda mais importante este ano, já que parece não haver qualquer filme que seja aclamado acima de qualquer outro ou sequer inofensivo o suficiente para ser uma escolha por defeito. O que existe é um conjunto de tribos que têm o seu preferido. Resta saber qual dos preferidos é o mais preferido. Para mais, a Academia decidiu que 2018 marcaria a sua reconciliação com o público generalizado e bem que a ideia de um Óscar popular não avançou, está claro, por algumas hipóteses que pairam no ar e pelas nomeações dos sindicatos específicos do cinema americano, que há uma abertura maior para nomear obras de entretenimento popular; e isso influencia também estas previsões.

Como sempre, deixo no Arte-Factos apenas os meus prognósticos para as categorias principais, embora tenha feito para meu gozo uma previsão geral de todas as categorias. No final, coloco também aquelas que serão, para mim, os cincos filmes com mais nomeações quando, na terça-feira dia 22 de Janeiro, estas forem anunciadas ao público.

 

MELHOR DOCUMENTÁRIO

Won’t you be my neighbor?

RBG

Three identical strangers

Free solo

Hale county, this morning, this evening

Alternativa: Mind the gap

MELHOR FILME DE ANIMAÇÃO

Spider-man: Into the spiderverse

Wreck-it Ralph

The incredibles 2

Isle of dogs

Mirai

Alternativa: Dr. Seuss’s The Grinch

 

MELHOR FILME ESTRANGEIRO

Roma (México)

Cold War (Polónia)

Capernaum (Líbano)

Shoplifters (Japão)

Never look away (Alemanha)

Alternativa: Burning (Coreia do Sul)

 

MELHOR ACTRIZ SECUNDÁRIA

Regina King, If Beale Street could talk

Amy Adams, Vice

Emma Stone, The favourite

Rachel Weisz, The favourite

Emily Blunt, A quiet place

Alternativa: Claire Foy, First man

 

MELHOR ACTOR SECUNDÁRIO

Mahershalla Ali, Green Book

Richard E. Grant, Can you ever forgive me

Timothee Chalamet, Beautiful boy

Adam Driver, Black Klansmann

Sam Elliot, A star is born

Alternativa: Sam Rockwell, Vice

MELHOR ACTRIZ

Glenn Close, The wife

Lady Gaga, A star is born

Olivia Colman, The favourite

Melissa McCarthy, Can you ever forgive me

Viola Davis, Widows

Alternativa: Emily Blunt, Mary Poppins returns

 

MELHOR ACTOR

Christian Bale, Vice

Rami Malek, Bohemian Rhapsody

Viggo Mortensen, Green Book

Bradley Cooper, A star is born

Ethan Hawke, First reformed

Alternativa: Willem Dafoe, At eternity’s gate

 

MELHOR REALIZADOR

Alfonso Cuáron, Roma

Bradley Cooper, A star is born

Spike Lee, BlackKlansman

Adam McKay, Vice

Yorgos Lanthimos, The favourite

Alternativa: Peter Farrelly, Green Book

MELHOR FILME

Roma

A star is born

Green Book

The favourite

Vice

BlackKlansman

Black Panther

Bohemian Rahpsody

If Beale Street could talk

Alternativa: First Man

FILMES COM MAIS NOMEAÇÕES

A star is born: 10

Black Panther: 10

The favourite: 9

First man: 7


sobre o autor

Bruno Ricardo

Partilha com os teus amigos