MENUMENU

Glockenwise

Heat
2015 | Lovers & Lollypops | Rock, Garage

Partilha com os teus amigos

Heat é o mais recente trabalho dos Glockenwise, sucede a Building Waves (lançado em 2011) e Leeches (lançado em 2013), e vem assim ajudar a compor um pouco mais a discografia da banda barcelense.

Tomando por base os seus antecessores, é de notar em Heat uma maior maturidade, assim como maior desenvoltura e diversidade no seu som. Neste disco podemos também sentir um afastamento maior a estilos mais directos, mais “sujos” e musicalmente menos elaborados, mesmo que, ainda assim, continue a ser um álbum curto (em termos de duração), superando somente Leeches. Neste álbum encontramos também uma maior diversidade no que diz respeito à instrumentação, tendo teclas/sintetizadores, guitarras acústicas ou simplesmente “brincadeiras” com efeitos, todas estes exemplos ganharam mais espaço para se fazerem ouvir e um excelente caso disso é “Cardinal“, faixa que abre este novo trabalho.

Após esta primeira música, com um jeito introdutório, salta de imediato para os ouvidos “Heat“, a homónima do álbum e também single é provavelmente a canção mais dançante de todos os trabalhos da banda até ao momento. “Tide“, por sua vez, é a música onde se denota o maior regresso às origens e aos álbuns anteriores, enquanto “Time (Is a Drag)” faz uma viagem mais calma entre essas origens e outras vertentes musicais, para além disso conta com uma pequena introdução que nos remete de imediato para o passado até às velhinhas cassetes ou ao muito na moda vinil, sugerindo também um livre trânsito às guitarras para mostrarem os seus dotes. Para além destas músicas devemos também sublinhar o romantismo de “Up to You” ou, mais tecnicamente, o baixo bem interessante da mesma e também a qualidade de músicas como “Eyes” ou “Lasting Lies“.

Heat é assim um claro passo em frente dado pelos Glockenwise. Um álbum não só mais diversificado que os seus antecessores como também mais diverso em termos de sentimentos adjacentes. Uma demonstração, sem rodeios, do amadurecimento criativo da banda.


sobre o autor

Joao Neves

Partilha com os teus amigos