MENUMENU

B Fachada

Há Festa na Moradia (EP)
2010 | Mbari Musica | Folk

Partilha com os teus amigos

Bernardo Fachada é B Fachada. E B Fachada é a prova cabal de que a música portuguesa cantada em português se reinventou e está, agora, mais viva que nunca.

É essa reinvenção da música popular de antigamente, do folquelore, das cantigas de amor e amigo quase medievais, das baladas poéticas que faz com que B Fachada seja, hoje, um dos compositores mais respeitados dentro do meio; agradou à maioria da crítica e embalou muitos dos que costumavam ter preconceitos negativos em relação ao folque em português. B é, sem dúvida, um dos melhores compositores, artistas e cantautores da actualidade. B Fachada consegue fazer canções leves mas cheias de substância, consegue melhorar o passado, transformando-o num presente futurista, consegue ir ao campo buscar influências e fazer com que a cidade se apaixone também, consegue escrever algumas das melhores letras desde há muito tempo. O ar escazelado, pálido e de barba farfalhuda em riste é quase a síntese de um homem simples que escreve canções simples.

Data de 2007 o seu mais antigo trabalho editado, trata-se do EP Até Toboso, mas foi em 2009 que o longa-duração Um Fim-de-Semana no Pónei Dourado, e com uma ajuda da editora independente FlorCaveira, o tornou mais conhecido do público em geral. Também em 2009 foi editada outra “obra prima” do cantautor lisboeta: B Fachada, um álbum homónimo que conta com faixas já célebres, como Estar à Espera ou Procurar ou Só Te Falta Seres Mulher. Além disto, B Fachada é um dos membros da “super-banda” portuguesa Diabo na Cruz.

Este Verão, B Fachada lançou, gratuitamente, o EP Há Festa na Moradia. Mais um conjunto de cantigas leves, simples, mas desta vez com arranjos que dão uma maior consistência às canções e uma outra musicalidade que por vezes escasseava, não assolando o estilo lo-fi que tanto marca o estilo do jovem Bernardo. Tal como o nome indica, este é um disco mais festivo que os anteriores e isso nota-se logo na primeira faixa com o mesmo nome que o disco. Em 7 canções há espaço para uma espécie de tributo a um dos influenciadores de B Fachada, Sérgio Godinho, com a canção Os Discos do Sérgio Godinho, interpretada por ambos num dos Momentos Improváveis da Nokia, juntamente como alguns outros temas de ambos. Joana Transmontana é, possivelmente, um dos temas mais característicos desta álbum de Verão, uma homenagem à vida no campo e à ingenuidade rural. Dentro de toda esta miscelânia entre a cidade, o campo e tudo o que está no meio, é difícil escolher a melhor canção do disco.

E quando se pede mais música portuguesa nas rádios, é desta música portuguesa que tem de ser passada nos rádios, não da dos que a cada aparição televisiva aproveitam para “pedinchar” por música portuguesa nas rádios apenas pelo falso sentimento patriótico ou por necessidade de fama.

B é de Bernardo, mas podia ser de Bom. Que é o adjectivo que melhor classifica tudo o que ele faz.


sobre o autor

Arte-Factos

A Arte-Factos é uma revista online fundada em Abril de 2010 por um grupo de jovens interessados em cultura. (Ver mais artigos)

Partilha com os teus amigos